Etiquetas » Luigi Pirandello

Quando a visão dos outros não nos ajuda a constituir em nós mesmos a realidade daquilo que vemos, nossos olhos não sabem mais aquilo que veem e a nossa consciência se perde, porque isso que consideramos a nossa coisa mais íntima, a consciência, quer apenas dizer os outros em nós, e não podemos nos sentir sozinhos.

13 palabras más
Literatura

De que fatos vocês querem falar? Sobre o fato de que nasci no ano tal, mês tal, dia tal, na nobre cidade de Richieri, na casa da rua tal, número tal […] etc.

127 palabras más
Literatura

Infelizmente eu nunca soube dar uma forma qualquer à minha vida, nunca o quis firmemente de um modo meu, próprio e particular, seja por nunca ter encontrado obstáculos que suscitassem em mim a vontade de resistir e de me afirmar em frente aos outros e a mim mesmo, seja por esse meu hábito de pensar e sentir o contrário do que pouco antes eu pensava e sentia, isto é, de decompor e desagregar em mim, com reflexões assíduas e frequentemente opostas, cada elaboração mental e sentimental, seja enfim por minha natureza tão propensa a ceder, a se abandonar aos cuidados dos outros, não tanto por fraqueza, mas por descuido e por uma antecipada resignação aos desgostos que eu pudesse vir a ter.

106 palabras más
Literatura

Ah, vocês acham que só se constroem casas? Eu me construo e os construo continuamente, e vocês fazem o mesmo. E a construção dura enquanto o material dos nossos sentimentos não desmorona, enquanto dura o cimento da nossa vontade.

68 palabras más
Literatura

E no entanto não há outra realidade fora desta, senão na forma momentânea que conseguimos dar a nós mesmos, aos outros, às coisas. A realidade que tenho para vocês está na forma que vocês me dão; mas é realidade para vocês, não para mim.

58 palabras más
Literatura

E agora?

Agora, meus amigos, é preciso nos consolarmos com isto: que a minha realidade não é mais verdadeira que a sua, e que tanto a minha quanto a sua duram só um momento.

13 palabras más
Literatura

(…) Mas o problema é que vocês, meus caros, nunca entendem; e eu nunca vou poder explicar-lhes como se traduz em mim aquilo que vocês me dizem.

91 palabras más
Literatura