Etiquetas » Luigi Pirandello

It is misery, you know, unspeakable misery for the man who lives alone and who detests sordid, casual affairs; not old enough to do without women, but not young enough to be able to go and look for one without shame! 7 palabras más

Luigi Pirandello

Ground-breaking play at the Market Theatre

The Market Theatre and Windybrow Theatre present 6 Characters in Search of an Author until July 24, a project made possible by the DAC Incubator Programme. 425 palabras más

Life is full of strange absurdities, which, strangely enough, do not even need to appear plausible, since they are true.


Luigi Pirandello

Italian novelist and poet Luigi Pirandello (born June 28, 1867) was born in Chaos—to be more specific, the Sicilian suburb of u Càvusu, or Chaos in English.

28 palabras más

Mas, pensando bem, esse tipo de coisa é o melhor que se pode esperar das tantas realidades bizarras que os outros nos conferem. Superficialmente, costumamos chamá-las de falsas suposições, juízos errôneos, atribuições infundadas.

121 palabras más
Literatura

Depois que se adquiriu o hábito de viver de um certo modo, a visita a algum lugar insólito, pressentida no silêncio como uma suspeita de algo misterioso em nós — algo de que, mesmo ali presente, o nosso espírito se sentisse condenado a estar distante —, provoca sempre uma angústia indefinida, porque logo se pensa que, se pudéssemos desvendar esse mistério, talvez a nossa vida se escancarasse em sabe-se lá quantas sensações novas, tanto que nos pareceria estar vivendo num outro mundo.

13 palabras más
Literatura

Parar por um momento e ver alguém que esteja fazendo a coisa mais óbvia e habitual da vida; olhá-lo de um modo que lhe faça surgir a dúvida de que não esteja claro aquilo que ele está fazendo, nem mesmo para ele: basta isso para que a segurança se tolde e vacile.

64 palabras más
Literatura

Quando a visão dos outros não nos ajuda a constituir em nós mesmos a realidade daquilo que vemos, nossos olhos não sabem mais aquilo que veem e a nossa consciência se perde, porque isso que consideramos a nossa coisa mais íntima, a consciência, quer apenas dizer os outros em nós, e não podemos nos sentir sozinhos.

13 palabras más
Literatura