Etiquetas » Recortes

Como balão que encontra o mar

*Por Talita Guimarães

 O sol cai no horizonte pintando o céu de tons alaranjados. É o movimento de todo dia que se deita para a noite levantar. 355 palabras más

Talita Guimarães

Saideira

*Por Talita Guimarães

Faz um tempo o cerco se fecha por dentro, enquanto mil tretas sobre o que cada um faz com o que acredita explodem por baixo das redes virtuais que cochicham sobre a cidade. 334 palabras más

Talita Guimarães

Crônica do Recorte compartilhado

*Por Talita Guimarães

Não é a primeira vez que acontece, mas é sempre um fenômeno adorável de experimentar. Leitores frequentes das minhas crônicas talvez já tenham se pegado pensando assim e quando chegam ao ponto de externar para mim é como se um milhão de fogos de artifício sem som (porque seria perfeito para não incomodar nossos irmãos caninos) explodissem no céu do meu coração.  327 palabras más

Talita Guimarães

Eu, você, duas pipocas e seu moço

*Por Talita Guimarães

Certa vez um amigo me perguntou quando havia sido a última vez que eu havia feito algo pela primeira vez e saímos listando muitas coisas legais, de viagens com amigos e troca de correspondências até mesmo a compra de um veleiro e tudo o que navegar implica.  206 palabras más

Talita Guimarães

Pelo despudor em ser humano

*Por Talita Guimarães

 Começa com o que é pouco a pouco negado a nós. Um acesso gratuito a banheiro ou um copo d’água, por exemplo. E se arrasta pelas convenções sociais que determinam o que é aceitável ou não fazer em público. 563 palabras más

Talita Guimarães

A impermanência do que quero permanente

*Por Talita Guimarães

Em tempos de revelações atordoantes sobre nossas controvérsias mais íntimas e, portanto mais nossas, que nos opõem a quem depomos ser, redescobrir o sentido, o sabor e o efeito dos gestos urge. 601 palabras más

Talita Guimarães